Como contratar um preposto de representante comercial?

Com o dinamismo do mercado de vendas na atualidade, fica praticamente impossível que os profissionais consigam atingir metas cada vez mais difíceis. Especialmente, em prazos cada vez menores. Assim, muitas representações comerciais fazem a contratação de um preposto de representante comercial, para atender uma demanda maior de clientes e aumentar a receita da empresa.

O preposto, em linhas gerais, é uma espécie de vendedor delegado. Ou seja, alguém que é designado pelo representante comercial e que agirá diretamente em seu nome para fazer prospecção de clientes e conquistar novos pedidos para o representante – chamado preponente, ou quem designa a função ao preposto.

Entenda mais sobre o processo de contratação desse profissional!

vendedores prepostos

Quais características o preposto do representante comercial deve ter?

Para auxiliar efetivamente no crescimento de pedidos para o representante, o preposto deve ter amplo conhecimento na sua área. Assim, ele serve como uma ponte, fazendo com que os produtos, serviços e ofertas possam chegar a públicos novos e com um bom potencial de consumo.

Criatividade, dedicação e honestidade são fundamentais neste tipo de função, que é de extrema confiança. Uma prova disso é o fato de o preposto não poder designar um substituto, por sua vontade, sem a expressa autorização do representante comercial que o designou.

Caso contrário, se o preposto delegar suas funções a um colaborador de má-fé, o resultado pode ser desastroso e causar problemas como:

  • perda de vendas;
  • prejuízos à imagem da empresa;
  • perda de espaço no mercado, entre outros.

Nesses casos, o preposto que se ausentou responderá por mau uso de preposição.

Testar o Mercos gratuitamente

Quais são os cuidados necessários para contratar um preposto?

Como visto, o papel do preposto de representante comercial é bem importante. Dito isso, é fundamental procurar por pessoas que:

  • são proativas, honestas e se identifiquem tanto com a missão quanto com os valores da empresa;
  • tenham constante estímulo em suas atividades;
  • contem com apoio logístico;
  • sejam emocionalmente estáveis;
  • se sintam parte de uma equipe que trabalha empenhada para que todos ganhem com o sucesso da empresa, entre outros.

Além disso, pode ser um diferencial solicitar cartas de apresentação de clientes, bem como entrar em contato com eles para colher opiniões diretas sobre a atuação daquele vendedor. Tudo isso pode auxiliar a decidir por um colaborador idôneo e com bom networking, que funcione como uma espécie de “fomentador” de negócios para a empresa.

Você também pode se interessar por:
-> Guia para ser um vendedor de alta performance

Quais os aspectos positivos de trabalhar com esse profissional?

Com os cuidados certos, pode ser muito vantajoso trabalhar com o preposto do representante. Confira os três grandes benefícios da contratação!

Autonomia

O preposto não precisa ser controlado, como um empregado comum. Assim, não há necessidade de bater ponto ou de trabalhar em horários fixos. O foco fica nos resultados!

Versatilidade

A grande verdade é que o representante comercial responsável por uma determinada área é uma pessoa solitária, com um escopo de ação limitadíssimo. Desse modo, o preposto servirá para multiplicar esse potencial de conversão de vendas.

Renovação

Aproveitar uma carteira de clientes previamente conquistada por um preposto, ou, até mesmo, conhecer técnicas de vendas diferenciadas trazida por esse profissional pode representar enorme vantagem para a empresa. Vale a pena considerar essa adição!

E quais as potenciais desvantagens?

Como tudo na vida, uma potencial contratação não têm só vantagens. Também é interessante avaliar dois potenciais efeitos negativos das condições de trabalho do preposto de representante. Acompanhe!

Qualificação de resultados

É preciso ter cuidado com a qualidade dos pedidos do preposto. Isso porque se o vendedor não se preocupar em surpreender o cliente, em conquistar novos espaços ou em oferecer produtos diferentes para um cliente mais antigo, o representante comercial pode estar perdendo ótimas oportunidades.

Riscos para a empresa

Um preposto, como vimos, age em nome do representante. Isso o expõe a um grande risco.

Por exemplo, caso o preposto faça uma venda superfaturada, fora do pedido real do cliente ou não repasse informações sobre os novos consumidores em potencial, para que a empresa amplie seu banco de dados, os resultados podem ser prejudicados.

Logo, qualquer desses enganos pode ser extremamente danoso para a empresa.

Leia também:
-> 6 dicas para o representante comercial aumentar as vendas

Qual é o regime de contratação para preposto de representante comercial?

Por fim, é importante saber que o regime de contratação de um preposto é equivalente ao de um representante comercial. Ou seja, é feito por meio de contrato.

Esse termo deve ser muito bem elaborado, com clareza e precisão, para serem limitadas as ações do preposto de modo a proteger o representante da possibilidade de malfeitos.

Afinal, é preciso ter em mente que o preposto do representante reporta ao preponente, mas não à empresa, diretamente. Em outras palavras, em caso de falha de um preposto, quem é acionado pela empresa é o representante comercial, pois é o responsável pelo trabalho do vendedor.

Porém, com as informações deste artigo em mãos, ficou mais fácil entender quais cuidados tomar na contratação e evitar potenciais problemas, certo?

Confira uma live realizada aqui na Mercos que pode te ajudar a ter ainda mais informações sobre o tema!

E siga a Mercos nas redes sociais! Estamos no InstagramFacebook e LinkedIn!

Compartilhe!
Shares

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Shares